segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012
Um amigo meu morreu. Teve um acidente de mota e morreu. Tem um ano a mais do que eu. E tinha um futuro brilhante pela frente. Não consigo perceber como estas coisas acontecem. Não a alguém tão novo e cheio de vida. Porquê? É a única coisa que, neste momento, me vem à cabeça.
É, nestes momentos que vemos o quão pequeninos somos. Passamos a vida a queixar-nos de coisas insignificantes, somos fúteis e superficiais e, tudo isto para quê? Para um dia acabarmos como cinzas?
Gostava de aceitar a morte, como um dado adquirido e, pelo qual todos nós vamos passar, mas não consigo. Não consigo, nestas situações. Não consigo quando é injusto.

Descansa em paz e...
Até um dia!

3 comentários:

Lamento imenso, minha linda.

A vida é muito dura, não há explicação para isso, mas temos que ser fortes para enfrentar a vida e a morte:)

Ireniiiii disse...

pois é!!!!!!!!!!!!
so unreal
GOD!

Enviar um comentário
As Conversas da Sopa. Com tecnologia do Blogger.

A Sopa no Facebook

Todos os conteúdos deste site estão protegido pela lei internacional deCopyright e, não podem ser copiados, descarregados ou retransmitidos sem o consentimento prévio da autora.

Pesquisa

Estatísticas