segunda-feira, 5 de dezembro de 2011
As relações são algo que nunca vou entender, está visto. São complicadas, conflituosas e, por vezes vingativas. Amamos, amar o outro, mas por vezes esquecemo-nos de nos amar a nós próprios. E aí está o cerne do problema. Damos tanto, tudo e, por vezes esquecemo-nos de que também merecemos receber. Sofremos de Alzheimer, de cegueira, de surdez e de tontice temporária até que um dia acordamos e deparamo-nos com um mundo completamente diferente daquele em que queríamos viver. E, aí que fazemos? Discutimos, choramos, pedimos desculpa. Mas, independentemente dos gestos, fica na memória a dor e a mágoa que o esquecimento tarda a levar. E aí começam os verdadeiros problemas.
As Conversas da Sopa. Com tecnologia do Blogger.

A Sopa no Facebook

Todos os conteúdos deste site estão protegido pela lei internacional deCopyright e, não podem ser copiados, descarregados ou retransmitidos sem o consentimento prévio da autora.

Pesquisa

Estatísticas