terça-feira, 26 de abril de 2011
«Casar ou não casar, eis a questão. Porque se casam as pessoas se é tão difícil viver a dois? - perguntam os mais descrentes. Porque só quem já se casou é que compreende verdadeiramente qual a exigência de um casamento e, mesmo que tente explicar as desvantagens do casamento a um futuro noivo, as palavras não serão suficientemente convincentes para o fazer mudar de ideia. O casamento é uma coisa boa, por isso é que as pessoas se casam.
Mas porque casam? Porque se apaixonam, porque amam, porque sentem que faz sentido projectarem o futuro a dois. As razões que levam ao casamento são variadas. Talvez a razão principal seja o afecto, a paixão ou o amor, mas uma serie de outras razões são igualmente válidas: benefícios económico, dependência, interesse, conveniência, solidão, necessidade de construir uma família. Qualquer que seja a razão porque duas pessoas decidem casar-se, provavelmente a primeira - paixão e amor - será a mais comum. Na sociedade ocidental, os casamentos deixaram de ser arranjados pelos pais e o amor passou a ser o estandarte das relações modernas. Contudo, as estatísticas dão-nos valores que comprovam o decréscimo de casamentos e uniões de facto nos últimos anos. Mesmo assim, o casamento continua a fazer parte dos desejos de muitos homens e mulheres, e talvez as próprias histórias infantis sejam responsáveis por desenvolver o imaginário da felicidade conjugal. Quem não sonhou ser a Branca de Neve, a princesa Aurora ou Gata Borralheira? Até as histórias infantis do reino animal acabam em “casamento”. Todos querem viver felizes para sempre... Só que se esqueceram de “nos” facultar o livro de instruções. Seria mais fácil se oferecessem aos noivos um kit de instruções, com todos os passos do “faça você mesmo um casamento feliz” como no IKEA.»


por Marta Crawford
in Diário Sexual e Conjugal de um Casal (acesso à página do facebook)
As Conversas da Sopa. Com tecnologia do Blogger.

A Sopa no Facebook

Todos os conteúdos deste site estão protegido pela lei internacional deCopyright e, não podem ser copiados, descarregados ou retransmitidos sem o consentimento prévio da autora.

Pesquisa

Estatísticas