segunda-feira, 21 de março de 2011
Muito se tem especulado, ultimamente, sobre um possível desastre nuclear no Japão, superior aquele que marcou a história dos acidentes nucleares - Chernobyl, que libertou 400 vezes mais contaminação que a bomba atómica lançada sobre Hiroshima. Mas o que realmente se passou em Chernobyl? E, poderá um possível desastre nuclear no Japão ser mais devastador do que o que aconteceu há 25 anos atrás? Mas, mais importante ainda, quais as consequências directas e indirectas que tem sobre a população exposta a esta radioactividade?

Encontrei uma reportagem chocante sobre os efeitos que a radioactividade, expelida pela central nuclear de Chernobyl, ainda exerce sobre a população, mais de 20 anos depois.


Espero que o acidente de Chernobyl, juntamente com o que se passa actualmente no Japão, sirva para demonstrar que as centrais nucleares, não são, nem nunca serão a mellhor opção energética. É certo, que a probabilidade de acidente é muito reduzia, mas como podem constatar através desta reportagem, os efeitos aquando de um acidente nuclear são devastadores e perduram no tempo.

Valerá a pena o risco?
As Conversas da Sopa. Com tecnologia do Blogger.

A Sopa no Facebook

Todos os conteúdos deste site estão protegido pela lei internacional deCopyright e, não podem ser copiados, descarregados ou retransmitidos sem o consentimento prévio da autora.

Pesquisa

Estatísticas