quinta-feira, 7 de junho de 2012

Ontem tive uma noitada de mulheres. Andámos por alguns bares e discotecas lisboetas. O clima ontem era de festa. De véspera de feriado. Os espaços por onde passamos estavam a abarrotar. Cheguei a casa já de madrugada. E com os sapatos na mão, pois isto de andar com saltos altos em discotecas mata os pés de qualquer um. Ainda hoje, não recuperam.
Foi uma noite divertida, mas percebi que esta vida não é para mim. Gosto de sair, de vez em quando, para me divertir, mas não me imagino a sair todos os fins-de-semana. Acho que este corpinho não aguentava. Sou mais de ficar em casa aconchegadinha ao meu homem a ver um bom filme.

4 comentários:

Cá eu já tenho saudades duma saída assim mas ser mãe não ajuda muito a que isso aconteça.

Mas olha Susiedesonho vale a pena. Passamos o tempo todo a correr de um lado para outro, preocupados, stressados, chateados que noites como esta nos fazem bem.
E, é por seres mãe que também mereces uma noite assim. Beijinho**

Ana disse...

Já eu não dispenso a minha noitada todos os fins-de-semana, por vezes à sexta e ao sábado, e é se não houver nenhum feriado a meio da semana. Está-me no sangue:)

Uii que inveja Ana! Quem me dera ser assim. Mas, confesso que depois das 3 da manhã já só quero a minha cama!

Enviar um comentário
As Conversas da Sopa. Com tecnologia do Blogger.

A Sopa no Facebook

Todos os conteúdos deste site estão protegido pela lei internacional deCopyright e, não podem ser copiados, descarregados ou retransmitidos sem o consentimento prévio da autora.

Pesquisa

Estatísticas