sábado, 29 de setembro de 2012
Estou de rastos! Hoje fui ao ginásio. Sim, é verdade. Sei que a palavra eu + ginásio não combinam, mas lá resolvi arriscar. E milagre dos milagres...até gostei. Fiz um treino de cardio e depois uma aula de body pump...e, quando dei por mim já tinham passado 3 horas.
A verdade é que me sinto de rastos. As minhas pernas parecem que foram vítimas de um atropelamento. E o resto do meu corpo pede descanso, muito descanso. Mas amanhã, lá estou eu novamente no ginásio, para mais duas horas de exercício.
Tenho que aproveitar enquanto a preguiça está de férias, para pôr o meu rabo a trabalhar, pois quando ela voltar, o meu rabo volta a passar os dias sentado no sofá.
quinta-feira, 27 de setembro de 2012
Ora bem, em ano de crise descobre-se que o que não está em crise é o amor. Pois é, minhas leguminosas, ao que parece o cupido anda por aí a atingir quem quer que lhe apareça à frente. E, por mais incrível que possa parecer está a dar cabo do juizo dos homens.
Isto são só notícias de homens apaixonados, que andam desesperadamente à procura da sua amada. E não, não é o argumento de um filme romântico-lamechas-qualquer, é mesmo real. Ainda a semana passada havia um homem que já tinha dado a volta ao mundo à procura de uma mulher ruiva por quem se apaixonou à primeira vista. E aqui, por Portugal, o Ricardo Soares anda à procura da Diana. E está dificil encontrar a Diana! Depois de uma troca de olhares no Bairro Alto levar a um encontro que durou até de madrugada, a Diana pôs-se a milhas e deixou o pobre Ricardo perdido de amores.
Ele bem a tenta encontrar, mas a mulher parece que foi engolida pela terra. No entanto, o piqueno não desiste. Reportagens para a TVI, artigos no Jornal O Metro, cartazes e mais cartazes afixados por toda a Lisboa, faixas enormes com a frase "À procura de Diana"e uma página no facebook dedicada a encontrá-la, são alguns dos métodos que o rapaz está a usar para chamar a atenção da sua amada, mas até agora nem vê-la.
O certo é que ela se vai embora para Paris dia 14 de Outubro e se ele não a encontrar até lá: Adeus Grande Amor!!

Bora lá ajudar o Ricardo?
Não são todos os dias que encontramos um rapaz assim. Certo, meninas?

Na página do facebook d'As Conversas da Sopa (aqui) deixo-vos o vídeo da reportagem. Entretanto dêem uma olhadela, aqui, à pagina que ele criou, no Facebook, especialmente para encontrá-la.






Para a Diana:
Mulher, se estás a ler isto acorda! Não é todos os dias que tens um rapaz tão persistente, como este, atrás de ti. Até à televisão o piqueno já foi. Ele está desesperado. Dá-lhe uma oportunidade, ou então foge, porque já vimos que este não vai desistir tão facilmente!!
Um dia aprendes,

Depois de algum tempo aprendes a diferença, a subtil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma. E aprendes que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começas aprender que beijos não são contractos e presentes não são promessas. E começas aceitar as tuas
derrotas com a cabeça erguida e os olhos adiante, com a graça de uma criança e não a tristeza de um adulto.
E aprendes a construir todas as tuas estradas no hoje, porque o terreno de amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair ao meio em vão. Depois de um tempo aprendes que o sol queima se ficares exposto por muito tempo. E aprendes que não importa o quanto te importes, algumas pessoas simplesmente não se importam... E aceitas que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai magoar-te de vez em quando e tu tens de perdoá-la por isso.
Aprendes que falar pode aliviar as dores emocionais.

Descobres que se leva anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la e que tu podes fazer coisas num instante, das quais te arrependerás para o resto da vida. Aprendes que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo em longas distâncias. E que o que importa não é o que tens na vida, mas o que és na vida. E que bons amigos são a familia que nos permitiram escolher. Aprendes que não temos de mudar os amigos se compreendermos que os amigos mudam, percebes que o teu amigo e tu podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos.

Descobres que as pessoas com quem mais te importas na vida são tomadas de ti muito depressa, por isso, sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vemos. Aprendes que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós próprios. Começas aprender que não te deves comparar com os outros, mas com o melhor que tu mesmo podes ser. Descobres que levas muito tempo a tornares-te na pessoa que queres e que o tempo é curto. Aprendes que não importa onde chegaste, mas onde vais. Aprendes que, ou tu controlas os teus actos ou eles te controlaram, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.
Aprendes que heróis são aqueles que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as consequências. Aprendes que paciência requer muita práctica. Descobres que algumas vezes a pessoa que esperas que te calque quando cais é uma das poucas que te ajuda a levantar. Aprendes que a maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que tiveste e o que aprendeste com elas do que quantos aniversários celebraste.
Aprendes que há mais dos teus pais em ti do que suponhas. Aprendes que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são tolices, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.

Aprendes que quando estás com raiva tens o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de seres cruel.
Descobres que só porque alguém não te ama da maneira que queres que te ame, não significa que esse alguém não te ame, pois existem pessoas que nos amam, mas não sabem como o demostrar.
Aprendes que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes tens que aprender a perdoar-te a ti mesmo. Aprendes que, com a mesma severidade com que julgas, serás em algum momento condenado.

Aprendes que não importa em quantos pedaços o teu coração foi partido, o mundo não pára para que o concertes. Aprendes que o tempo não é algo que possa voltar para trás. Portanto, planta o teu jardim e decora a tua alma, em vez de esperares que alguém te traga flores.
E aprendes que realmente podes suportar... que realmente és forte, e que podes ir muito mais longe depois de pensares que não podes mais. E que realmente a vida tem valor e que tu tens valor diante da vida! As nossas dúvidas são traidoras e fazem-nos perder o bem que poderíamos conquistar se não fosse o medo de tentar.

William Shakespeare
Ora bem, mas que raio é que se passa com este tempo? De um dia para outro passámos do Verão para o Inverno. E o Outono pah? E as folhinhas a cairem? E o friozito ao final da tarde? De repente levei com chuva na tromba e nem estava preparada. Sai uma pessoa de casa com as suas sabrinas novas e, quando dá por si está a chover a potes. Escusado será dizer o estado em que ficaram as minhas sabrinas. Ao menos esperava estar preparada para a chegada da chuva, esperava algum tipo de sinal, tipo ceú escuro, frio, precipitação, mas não. Aconteceu tudo tão rápido que ainda nem tive tempo de comprar umas botitas para esta nova, estranha e emergente estação, que deveria chamar-se inverno-antes-do-outono. Para não dizer que isto agora é um filme sempre que tenho de me preparar para sair de casa, pois não sei o que vestir.
quinta-feira, 20 de setembro de 2012
Era uma vez o X, que apesar de crescer no seio de uma família pobre nunca fez nada para mudar o seu destino. X não gostava de estudar. X tirava más notas. X virava as costas a tudo o que era trabalho. X nunca lutou por nada, porque havia sempre alguém que tinha pena dele e lhe facilitava as coisas. X nunca se preocupou em ser mais do que aquilo que ele era, um preguiçoso.
Do outro lado da rua viva a I, que sempre lutou por um futuro melhor. A I era uma aluna aplicada. Estudava dia e noite, pelo seu objetivo: ir para a universidade. A I sempre lutou pelas coisas que queria, nunca desistiu. Nunca nada lhe foi dado de mão beijada. Entrou na universidade, lutou pelo seu diploma, depois adicionou uma pós-graduação e com muito empenho lá conseguiu o seu primeiro trabalho.

Qual a diferença entre os dois?
O X emigrou e hoje ganha 2000€ a lavar pratos, num restaurante. Não conhece a palavra "dificuldade" e até tem dinheiro para alugar uma casa com a namorada.
A I, lutou para ficar no seu país de origem e, por trabalhar na sua área. Ganha 600€ e o dinheiro mal dá para as despesas.


O que dizer sobre este cenário?
Dá que pensar, não dá.
Após uma manhã atarefadíssima, dei por mim depois do almoço com dores de cabeça por estar muito tempo em frente ao computador. E, como já uso óculos há algum tempo, estranhei também o facto de estar a ver as letras desfocadas. Irritada, virei-me para os meus colegas e disse: "Porra que já não consigo ver nada. Esta merda destes óculos já eram. Vejo tudo desfocado. Tenho de voltar ao oftomologista!!" De repente olho para os meus colegas e reparo que estão a olhar para mim estupefactos, até que um dos meus colegas me diz a rir: "Óculos? Quais óculos? Tu hoje não estás a usar óculos." E então é que reparei que os tinha esquecido de colocar. Resumindo estive até há bem poucos minutos sem óculos e a pensar que os tinha. LOL
terça-feira, 18 de setembro de 2012

Para aqueles que já me acompanham há algum tempo...chegou a hora de associarem a cara ao nome. Por isso resolvi colocar esta adorável personalização da minha pessoa, feita pela PowerBabes. Está linda a minha babe, não está?
O blog das powerbabes permite-te criar a tua babe e personalizá-la da maneira que quiseres. Depois as opções são infímas. Podes usá-la em t-shirts, sacos, pins, cadernos personalizados, bolsas, enfim...tu escolhes onde e como queres a tua babe.
A minha anda sempre comigo!



Obrigada PowerBabes!

 
 
 As Espadrilles são feitas com materiais 100% naturais e recicláveis, como o algodão, a corda e a borracha natural que massajam os teus pés, fazendo com que te sintas a levitar enquanto as tens calçadas. Originárias do país Basco, as Espadrilles são artesanais e intemporais para que se sintas sempre confortável e na moda.
Eu experimentei e não resisti a comprar um par. São super baratas e existem numa vasta gama de cores alegres e divertidas. Disponível também para homem.
Experimenta tu também!
Visita a página das Espadrilles através do facebook, usando este link ou visita o blog da marca em http://www.lesespadrillesportugal.wordpress.com






 
segunda-feira, 17 de setembro de 2012
E aqui está o vestido que usei no casamento minha melhor amiga. É um modelito Zara muito simples e muito justinho. Esta foi a primeira foto que tirei com o vestido, quando ainda estava em processo de decisão, por isso, de certeza que irão reconhecer o provador onde foi tirada.


sábado, 15 de setembro de 2012

A ver Noiva em Fuga pela 1001° vez.É daqueles filmes que não consigo deixar de ver sempre que dá na televisão e, digamos que Julia Roberts e Richard Gere são a melhor dupla de sempre. Lembram-se de Pretty Woman?? Este casal tem uma química inconfundível e um sentido de humor sem igual. Apesar de já saber tudo o que vai acontecer e de ter decorado quase todas as deixas dos protagonistas, não consigo evitar as lágrimas no final. Aiii!!!

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

E é oficial, sou a mais recente condutora certificada pelo IMTT. Parabéns a mim!!
Coitado do examinador, lá teve de levar com os meus gritos de esteria e com os meus abraços. O triste do homem só dizia:« menina acalme-se, menina largue-me sff»!!
Agora é meter-me à estrada e não matar ninguém!!

terça-feira, 11 de setembro de 2012
Fresca, revitalizada e pronta para deitar as mãos ao trabalho. Devo dizer que estas férias foram as melhores dos ultimos anos. Diverti-me à brava, namorei muitooo e estive com a minha família, os meus amigos e o meu lindo mano, de quem estava a morrer de saudades. De não esquecer também o casamento da minha melhor amiga, um acontecimento que me marcou. Mas, como se costuma dizer tudo o que é bom termina depressa e assim foram estas férias.















As Conversas da Sopa. Com tecnologia do Blogger.

A Sopa no Facebook

Todos os conteúdos deste site estão protegido pela lei internacional deCopyright e, não podem ser copiados, descarregados ou retransmitidos sem o consentimento prévio da autora.

Pesquisa

Estatísticas